Buscar
  • psimayze

Síndrome do Pânico: Um desafio a ser encarado

Atualizado: 30 de Jul de 2019


Todos nós sentimos ansiedade com acontecimentos que estão por vir. Desagradável mas, aceitável que isso aconteça inúmeras vezes na nossa vida.


A Síndrome do Pânico, na maior parte das vezes, ocorre na ausência de um perigo real, porém, com uma intensidade desproporcional e desesperadora. Vem acompanhada de sintomas físicos: batimentos cardíacos acelerados, formigamento, suor nas extremidades do corpo, tonteira, dificuldade para respirar…


Em geral existe um acontecimento (separação, morte, vivência de alguma violência…) que se configura no gatilho para o início do ataque de pânico. Depois disso a imprevisibilidade marcará as novas ocorrências, ou seja, não haverá hora (inclusive durante o sono) e nem lugar para acontecer. A duração desses ataques varia em torno de 15 a 20 minutos.


Esse quadro faz com que a pessoa muitas vezes evite determinados lugares ou situações (túneis, lugares fechados, transportes públicos…) e impacta diretamento na qualidade de vida da pessoa.


É o medo do medo e o círculo vicioso.


Somente a psicoterapia, o trabalho de autoconhecimento e a compreensão dos mecanismos da doença poderão ajudar o paciente a lidar e a superar a mesma. O tratamento medicamentoso pode ajudar a aliviar os sintomas, porém não irá curar.

0 visualização

© 2019 por Dra. Mayze Machado

CONTATO

Recreio:              R. Roberval Cordeiro de Farias 360

Barra da Tijuca: Av. das Américas 2901

Copacabana:      Av. Nossa Sra. de Copacabana 1072 

Tel: (21) 99983-4524

  • Facebook

Ganhe uma Consulta Grátis